Orçamento fácil
é por Whats!


(41) 9847-3200

OK
Página Principal Quallitá Farmácia de Manipulação
Minha cesta (0)

Nenhum item na cesta de compras

  • Hibiscus Sabdariffa 200mg - Cápsula contra retenção de líquidos

Hibiscus Sabdariffa 200mg - Cápsula contra retenção de líquidos

 

 



PRINCIPAIS INDICAÇÕES:

 

  1. Redução da retenção hídrica, auxiliando a perda de peso;
  2. Auxílio na redução de pressão arterial;
  3. Auxilio no controle glicêmico e do colesterol;

 

 

Hibiscus Sabdariffa

- Reduz a retenção hídrica;

- Ação antioxidante e antiinflamatória;

- Ação anti-hipertensiva;

- Auxilia na redução do colesterol.



Produto manipulado em

Cápsulas vegetais

Comentários

  • Informações
  •  

    Hibiscus Sabdariffa

    Hibiscus Sabdariffa é uma planta muito usada como chá e também para compor o paisagismo de jardins em todo o mundo. Há muitos anos, suas propriedades terapêuticas vêm sendo estudadas, principalmente como diurético e como anti-hipertensivo.

     

    Seu extrato obtido das flores que são compostas por antioxidantes, vitaminas, minerais, aminoácidos, fibras entre outros compostos ativos.

     

    Estudo de 4 semanas em 2007 realizado em 42 voluntários adultos concluiu que Hibiscus foi capaz de reduzir significativamente os níveis de colesterol sérico. E um estudo de 2010 que avaliou positivamente a capacidade do Hibiscus na redução da pressão sanguínea concluiu que ele é um adjuvante importante no combate a hipertensão. Esse estudo foi realizado com 65 voluntários que tinham histórico familiar ou pessoal de hipertensão por 6 semanas.

  • Composição/Posologia
  •  

    Hibiscus sabdariffa 200 mg

    Excipiente qsp 1 cápsula

     

     

    Tomar 1 cápsula ao menos 30 minutos antes das principais refeições 2 vezes ao dia com pelo menos meio copo de água ou conforme orientação de um profissional habilitado

     

    Pode acontecer que tanto pela quantidade, quanto pela densidade dos produtos, a fórmula encomendada possa apresentar mais que 1 (uma) cápsula por dose. Se isso ocorrer, será informado no rótulo a quantidade correta de cápsulas a serem tomadas.

     

  • Informações Adicionais
  •  

    Características gerais:

    Hibiscus Sabdariffa é uma planta largamente utilizada como alimento em todo o mundo com propriedades anticolesterelêmicas, diuréticas, antioxidantes e anti-hipertensivas.

     

     

    Indicações:

    Hibiscus Sabdariffa é indicado para redução dos níveis de colesterol e de pressão arterial, como diurético, na redução da retenção de líquidos e como antioxidante.

     

    Esta formulação, portanto é indicada para quem deseja reduzir da retenção hídrica e precisa controlar os níveis glicêmicos, de colesterol e da pressão sanguínea.

     

     

    Precauções e reações adversas:

    Artigo de revisão de 2005 afirma que altas doses de Hs podem causar distúrbios na espermogênese e apesar de não conclusivo, acredita-se que isso se deva ao fato de Hs exercer sobre alguns indivíduos ação estrogênica.

     

     

    Modo de usar:

    Essa formulação composta por Hibiscus Sabdariffa 200 mg deve ser tomada da seguinte maneira: 1 cápsula ao menos 30 minutos antes das principais refeições 2 vezes ao dia com pelo menos meio copo de água ou conforme orientação de um profissional habilitado.

     

    Pode acontecer que tanto pela quantidade, quanto pela densidade dos produtos, a fórmula encomendada possa apresentar mais que 1 (uma) cápsula por dose. Se isso ocorrer, será informado no rótulo a quantidade correta de cápsulas a serem tomadas.

     

     

     

    Recomendações gerais importantes. Leia antes de usar:

     

     

    1.  Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado;

    2.  Imagens meramente ilustrativas

    3.  Este medicamento não deverá ser partido ou mastigado;

    4.  É recomendável dieta equilibrada e exercícios físicos para auxiliar a redução de peso;

    5.  Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto;

    6. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico

    7. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido;

    8. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem;

    9. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças;

    10. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica;

    11. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica;

    12. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica;

    13. Este medicamento não deve ser utilizado durante o período de amamentação sem orientação médica;

    14. Respeite a dose diária recomendada.

    15. Venda mediante prescrição do profissional habilitado.

    16. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”

     

    "O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário à informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto" RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.”

  • Literatura
  •  

    Referências consultadas:

    AJAY, M. et al. Mechanisms of the anti-hypertensive effect of Hibiscus sabdariffa L. calyces. Journal of Ethnopharmacology, v. 109, pg. 388–393, 2007

     

    ALI, B. H. et al. Phytochemical, Pharmacological and Toxicological Aspects of Hibiscus sabdariffaL.: A Review. Phytotherapy Research, v. 19, pg. 369–375, 2005

     

    ANHWANGE, B. A. et al. Nutritive value and anti-nutritional factors in Hibiscus sabdariffa. Journal of Fisheries International, v. 1, n. 1-4, pg. 73-76, 2006

     

    BAKO, I. G. et al. Hypotensive Effect of Ethanolic Seed Extract of Hibiscus sabdariffa Linn (Malvaceae) on Normotensive Cats. International Journal of Physics Applied Sciences, v. 3, n. 3, pg. 22-28, 2009

     

    CARVAJAL-ZARRABAL, O. et al. Effect of Hibiscus sabdariffa L. Dried Calyx Ethanol Extract on Fat Absorption-Excretion, and Body Weight Implication in Rats.Journal of Biomedicine and Biotechnology, v. 2009, 2009, 5 pag

     

    FULLERTON, M. et al. Determination of Antimicrobial Activity of Sorrel (Hibiscus sabdariffa) on Esherichia coli O157:H7 Isolated from Food, Veterinary, and Clinical Samples.Journal of Medicinal Food, v. 14, n. 9, pg. 950-956, 2011

     

    GAYA, I. B. et al. Toxicological And Lactogenic Studies On The Seeds Of Hibiscus Sabdariffa Linn (Malvaceae) Seeds Extract On Serum Prolactin Levels Of Albino WistarRats.The Internet Journal of Endocrinology, v. 5, n. 2, 2009

     

    JARONI, D.; RAVISHANKAR, S. Bactericidal effects of roselle (Hibiscus sabdariffa) against foodborne pathogens in vitro and on romaine lettuce and alfalfa sprouts. Quality Assurance and Safety of Crops & Foods, v.4, pg. 33-40, 2012

     

    JULIANI, H. R. et al. Chemistry and Quality of Hibiscus (Hibiscus sabdariffa) for Developing the Natural-Product Industry in Senegal. Journal of Food Science, v. 74, n. 2, 2009

     

    LIN, T. et al. Hibiscus sabdariffa extract reduces serum cholesterol in men and women. Nutrition Research, v. 27, pg. 140– 145, 2007

     

    MCKAY, D. L. et al. Hibiscus Sabdariffa L. Tea (Tisane) Lowers Blood Pressure in Prehypertensive and Mildly Hypertensive Adults. Journal of Nutrition, v. 140, pg. 298–303, 2010

     

    MOHAMADOU, B. A. et al. Functional potential of a product from traditional  biotechnology: antioxidant and probiotic potential  of Mbuja, produced by fermentation of Hibiscus sabdariffa seeds in Cameroon. Journal of Food Technology, v. 5, n.2, pg. 164-168, 2007

     

    MOHAMADOU, B. A. et al. Microbiological and organoleptic profiles of Mbuja: A traditional condiment produced by fermentation of Hibiscus sabdariffa seeds in Cameroon. Journal of Food Technology, v. 7, n. 3, pg. 84-91, 2009

     

    MOHD-ESA, N. et al. Antioxidant activity in different parts of roselle (Hibiscus sabdariffa L.) extracts and potential exploitation of the seeds. Food Chemistry, v. 122, pg. 1055–1060, 2010

     

    MOZAFFARI-KHOSRAVI, H. et al.The effects of sour tea (Hibiscus sabdariffa) on hypertension in patients with type II diabetes. Journal of Human Hypertension, v. 23, pg. 48-54, 2009

     

    OKOKO, T.; ORUAMBO, I. F.The effect of Hibiscus sabdariffa calyx extract on cisplatin-induced tissue damage in rats.Biokemistri, v. 20, n. 2, pg. 47-52, 2008

     

    OLALEYE, M. T. Cytotoxicity and antibacterial activity of Methanolic extract of Hibiscus sabdariffa.Journal of Medicinal Plants Research, v. 1, n.1, pg. 009-013,2007

     

    OLANTUNJI, L. A. et al. Chronic Administration of Aqueous Extract of Hibiscus sabdariffa Enhances Na+-K+-ATPase and Ca2+-Mg2+-ATPase Activities of Rat Heart. Pharmaceutical Biology, v. 44, n. 3, pg. 213-214, 2006

     

    OLVERA-GARCÍA, V. et al. Hibiscus sabdariffa L. Extracts Inhibit the Mutagenicity in Microsuspension Assay and the Proliferation of HeLa Cells. Journal of Food Science, v. 73, n. 5, 2008

     

    SÁYAGO-AYERDI, S. G. et al. Dietary Fiber Content and Associated Antioxidant Compounds in Roselle Flower (Hibiscus sabdariffa L.)Beverage. Journal of Agriculture, Food and Chemistry, v. 55, n. 19, pg. 7886-7889, 2007

     

    SHIVALI, N. M.; KAMBOJ, P. Hibiscus sabdariffa Linn. An overview. Natural Products Radiance, v. 8, n. 1, pg. 77-83, 2009

     

    UMAR, I. A. et al. The effect of aqueous extract of Hibiscus sabdariffa (sorrel) calyces on hematological profile and organ pathological chances in Trypanasomacongolense-infected rats. African Journal of Tradition, and Complementary Alternative Medicine, v. 6, n. 4, pg. 585-591, 2009.

    Segurança
    Wildcard SSL Certificates
    Formas de pagamento
    Atendimento
    De segunda à sexta das 9h as 18h.
    Entrega





    Quallitá nas redes sociais
    Facebook Instagram Twitter Blog Bem Estar e Saúde YouTube
    Desenvolvido por
    Loja Virtual Webstorm Iternet projeto Pequeno Príncipe

    CNPJ: 82.370.149/0001-27 - R. Dr. Kellers, 371 xlj - CURITIBA - PARANÁ

    DÚVIDAS, RECLAMAÇÕES OU OBSERVAÇÕES, MANDE EMAIL PARA SAC@QUALLITA.FAR.BR